Notícia ITAMBÉ

  • Postato por maurilio em Terça 21 03-2017 09:17
Policiais que agrediram estudante durante protesto são afastados

Notícia

ITAMBÉ

Policiais que agrediram estudante durante protesto são afastados


Publicado em 21.03.2017 , às 08:00
Por TV Jornal 

 

 

Reprodução/TV Jornal

 

 

Os três policiais suspeitos de agredir o estudante Edvaldo Alves da Silva, de 23 anos, durante um protesto, na última sexta-feira (17), prestaram depoimento na Delegacia de Itambé. Três testemunhas também foram ouvidas, e os familiares da vítima devem prestar depoimento ainda esta semana.

O delegado da cidade, Flaubert Queiroz, instaurou um inquérito para apurar o caso, e segundo ele, os policiais podem responder por vários crimes, como lesão corporal e tentativa de homicídio, dependendo dos resultados da investigação. O presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Pernambuco, Edilson Silva, disse que vai acionar o Ministério Público, e que também pretende conversar com o comandante da Polícia Militar sobre a conduta dos policiais. 

Os familiares estão preocupados com a saúde do estudante, que está internado no Hospital Miguel Arraes, em Paulista. O tio da vítima, Severino Honorato, cobrou justiça. A mãe do estudante agredido, Maria Sebastiana, ainda está muito abalada com tudo que aconteceu. Ela pediu mais segurança em Itambé?. "Meu filho não é bandido não. Bandido por aí tem solto", afirmou.

Nos últimos meses, os moradores do município estão sofrendo com os frequentes casos de assaltos na cidade e nas estradas. Passageiros e motoristas são roubados com frequência, geralmente em um trecho da Rodovia PE-75, entre Itambé e Goiana. Como o local está em obras, os motoristas precisam passar por uma estrada de barro improvisada, diminuindo a velocidade facilitando a ação dos bandidos.

Os motoristas de ônibus escolares estão viajando em comboio para tentar intimidar os bandidos. Já os estudantes de Itambé que precisam estudar em Goiana e em João Pessoa, na Paraíba, convivem com o medo. "A gente sabe que a gente vai, mas não tem a certeza que a gente volta", relatou o estudante de enfermagem Marcos Ferreira Júnior 

O delegado de Itambé acredita que os assaltos estão sendo praticados por criminosos de Pernambuco e da Paraíba. Sobre os policiais militares envolvidos na agressão ao estudante, a Secretaria de Defesa Social (SDS) determinou procedimento administrativo para apurar a ocorrência. A corregedoria da SDS instaurou procedimento disciplinar para investigar a conduta dos policiais, que foram afastados das funções de rua até a conclusão das investigações.

 

O caso

O estudante foi baleado por policiais durante um protesto, na última sexta-feira (17), em Itambé, na Zona da Mata de Pernambuco. Edvaldo Alves da Silva, 23 anos, foi atingido por um tiro na coxa. O disparo partiu da arma de um policial. Em um vídeo, um morador registrou o momento em que a vítima cai no chão e é arrastada pelo asfalto por um PM. Em seguida, o manifestante é jogado na carroceria da viatura. Nas imagens ainda é possível escutar quando um dos policiais, que estava no local para conter a manifestação, diz: "Esse vai levar um tiro primeiro? É tu que vai levar o tiro?", apontando para a vítima. Segundos depois, é ouvido um disparo e gritos dos manifestantes acusando o PM de ter atirado contra o jovem. 

O protesto

A manifestação ocorreu por mais de oito horas. Um grupo com cerca de 300 moradores fechou a PE-75, na entrada da cidade, para cobrar reforço da segurança no município. Segundo eles, Itambé só conta com três policiais para atender uma população de 36 mil pessoas. Os moradores informam ainda que, na última quarta-feira (15), houve 15 assaltos em menos de 24 horas. Estabelecimentos comerciais e residências foram invadidos por criminosos, segundo a população.

 

Notícias Recomendadas

Faça um comentário

Publicidade

Lista de galerias

Publicidade

Mais tocadas

  • 1 Luan Santana

    Acordando o Prédio

  • 2 Wesley Safadão Part. Marília Mendonça

    Ninguém é de ferro

Publicidade

Publicidade